Jeremias 8, 18-23

Postado por Fifa Carmona | Marcadores: | Posted On quarta-feira, 16 de junho de 2010 at 09:20

Lamento do profeta


Minha alegria deu lugar a tristeza que sobre mim se abateu, meu coração está depremido. Vindo de uma terra distante este é o grito de socorro da filha de meu povo: "Será que o Senhor não está mais em Sião? O Rei de Sião não está lá?"
"Mas por que me fizeram perder a paciência com seus ídolos, ilusões estrangeiras?"
"Passou colheita, terminou o verão, e nós não fomos salvos!"
Eu também fui ferido com a mesma ferida da filha do meu povo, fiquei deprimido, a solidão me aguarrou.
Não há bálsamo em Galaad? Não há médico?
Por que, então, não tem continuidade a cura da filha do meu povo?
Quem poderia transformar minha cabeça em agua, fazer dos meus olhos uma fonte de lagrimas, para eu chorar dia e noite os mortos da filha do meu povo! 

Comments:

There are 0 comentários for Jeremias 8, 18-23