QUAL A MELHOR RELIGIÃO

Postado por Fifa | Marcadores: | Posted On segunda-feira, 20 de junho de 2011 at 14:55




QUAL A MELHOR RELIGIÃO?

Breve diálogo entre o teólogo Leonardo Boff e Dalai Lama.

“ No intervalo de uma mesa-redonda sobre religião e paz entre povos, no qual ambos (eu e o Dalai Lama) participávamos, eu, maliciosamente, mas também com interesse teológico, lhe perguntei em meu inglês capenga:
“Santidade, qual é a melhor religião?”
Esperava que ele dissesse:
“É o budismo tibetano” ou “São as religiões orientais, muito mais antigas do que o cristianismo.”
O Dalai Lama fez uma pequena pausa, deu um sorriso, me olhou bem nos olhos – o que me desconcertou um pouco, porque eu sabia da malicia contida na pergunta – e afirmou:
“A melhor religião é a que mais te aproxima de Deus, do Infinito”.
 “É aquela que te faz melhor.”
Para sair da perplexidade diante de tão sábia resposta, voltei a perguntar;
“O que me faz melhor?”
Respondeu ele:
“Aquilo que te faz mais compassivo” , aquilo que te faz mais sensível, mais desapegado, mais amoroso, mais humanitário, mais responsável...
Mais ético...
A religião que conseguir isso de ti é a melhor religião...
Calei, maravilhado, e até os dias de hoje estou ruminando a sua resposta sábia e irrefutável...
Não me interessa amigo, a tua religião ou mesmo se tem ou não religião.
O que realmente importa é a tua conduta perante o teu semelhante, tua família, teu trabalho, tua comunidade, perante o mundo...
“O Universo é o eco de nossas ações e nossos pensamentos”.
A Lei da Ação e Reação não é exclusiva da Física. Ela está também nas relações humanas. Se eu ajo com o bem, receberei o bem. Se ajo com o mal, receberei o mal.
Aquilo que nossos avós nos disseram é a mais pura verdade:
“terás sempre em dobro aquilo que desejares aos outros”.
Para muitos, ser feliz não é questão de destino. É de escolha.
Pense nisso.

Mensagem

Postado por Fifa | Marcadores: | Posted On at 12:48



Na verdade somos cheios de egoísmo, maldade, orgulho e de muitas outras coisas. Quebrar essas coisas em nós não é fácil. O Senhor sabe que existe muita ruindade em nós e a única forma de retirá-la é quebrando-nos na oficina da vida. Somos um "blocão de mármore" e precisamos ser moldados. Ou Deus corta você e o quebra nesta vida, na oficina da vida, ou você vai chegar no céu despreparado. Precisamos chegar no céu à imagem e semelhança de Deus de forma que encaixaremos n'Ele. O céu é viver em Deus. Aí está nossa felicidade, estar em Deus, não é nenhum bem material, mas no ser projetados no Senhor.

Você só vai se projetar em Deus, quando chegar na eternidade, se estiver moldado, se nesta vida todas as suas ruindades forem cortadas. Se a vida não nos humilhar vamos querer entrar no céu soberbos, mas não vamos nos encaixar no Senhor porque Ele é simples. Deus é tudo, mas sendo grande como é, Ele é simples. Só os simples vão se encaixar em Deus. Se a vida não nos bate, não aprendemos.

No fundo a depressão é como a vertigem, o desmaio. O que acontece no desmaio é que o organismo não aguenta e leva a pessoa ao desmaio. A depressão é exatamente isso, a pessoa sofre tanto no seu psicológico conscientemente ou não, vive uma pressão tamanha sobre ela que acaba entrando em depressão. Mas é terrível porque nessa enfermidade a pessoa continua vendo tudo, a vida continua, mas ela não consegue reagir. A receita para sair da depressão é: mesmo nela adorar a Deus. A receita maravilhosa para sair da depressão é adorar a Deus. Adoramos a Deus em espírito e verdade, muitas vezes no problema, no desespero, na hora que não aguentamos mais.

O fato é se render diante de Deus na sua verdade, mesmo na falta de vontade em estar com o Senhor. Depressão é dor da alma, por isso neste momento se renda a Deus. Adoração é rendição, não é preciso palavras. Entregue-se no lugar certo, pula para Deus, no colo de Deus e não para o nada. Rendendo-se a Deus fique n'Ele, não no nada. Durante a depressão existe a vontade de ficar no nada, mas fique em Deus. Achamos que na adoração precisamos falar com Deus, mas o real valor é adorar a Deus em espírito e verdade, mesmo sem nenhum sentimento.

Deixe Deus abraçar você e abrace Deus no seu nada. Aproveite que você está como um pozinho em depressão e abrace Deus Pai. Dessa forma,o nada abraça o Tudo e é certo que o Tudo transforma o nada para que ele saia do nada e tudo se faça novo. Não espere chegar a dor da alma para se entregar ao Senhor. Não espere entrar em depressão para que Ele tire mais da ruindade que existe em você. Deus Pai usa a oficina da vida para nos quebrar, burilar e depois lixar para que fiquemos lindos. Não meça sua vida pelo conforto do momento presente, pode ser que você esteja no maior desconforto agora, mas Deus está agindo em você e o tornando imagem e semelhança d'Ele. Não perca esse momento, não perca tempo.

Ou você deixa todos os "quilos de orgulho" nesta terra, queimados nesta terra ou não vai entrar no céu. Não há outra vida, só a vida eterna. É para isso que temos de adorar ao Senhor agora, para entrar em sintonia com Ele. Temos que adorar na realidade da nossa vida.
(Trecho da palestra "Adorar mesmo em depressão" 15 de novembro de 2004 de monsenhor Jonas Abib)

Liturgia Diária

Postado por Fifa | Marcadores: | Posted On at 12:24






 O Senhor esteja convosco.
 Ele está no meio de nós.
 Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo  segundo Mateus.
 Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo disse Jesus aos seus discípulos: “Não julgueis e não sereis julgados. Pois, vós sereis julgados com o mesmo julgamento com que julgardes; e sereis medidos, com a mesma medida com que medirdes.
Por que observas o cisco no olho do teu irmão, e não prestas atenção à trave que está no teu próprio olho? Ou, como podes dizer a teu irmão: ‘Deixa-me tirar o cisco do teu olho’, quando tu mesmo tens uma trave no teu? Hipócrita, tira primeiro a trave do teu próprio olho e então enxergarás bem para tirar o cisco do olho do teu irmão”.

 Palavra da Salvação.
 Glória a vós, Senhor.

Homilía

Postado por Fifa | Marcadores: | Posted On at 12:18



Num mundo marcado por falsos juízos, Jesus nos adverte:
“Não julgueis, para que não sejais julgados”.
Esta expressão – que pode tranquilamente se entender por criticar – é das mais conhecidas, mas nem sempre é interpretada corretamente.
O julgamento que não devemos fazer é aquele em que nos colocamos em lugar de juiz para condenarmos ou falarmos mal a respeito do nosso irmão ou nosso próximo segundo nossa própria avaliação. Isso, porém, não se refere ao discernimento que deve ser exercido pelo cristão  ou pela Igreja  para se proteger contra os que praticam o mal ou ensinam falsidades, ou para manter a disciplina para o bem da Igreja.
Quem ousa julgar os outros sofrerá a consequência desta usurpação de poder, pois também virá a ser julgado pela mesma medida e achado em falta!
Lembremo-nos sempre das nossas próprias imperfeições antes de nos colocarmos no lugar de “juiz” para apontar as faltas dos outros. O Senhor Jesus chama isso de hipocrisia: é preciso primeiro eliminar nossas próprias faltas e imperfeições antes de julgarmos as dos outros. As nossas, sob esta perspectiva, são maiores e se comparam a uma trave em nosso olho quando só podemos ver um argueiro no olho do nosso irmão.
Ao nos depararmos com pessoas tão perversas que tratam as verdades divinas com total desprezo e reagem com violência quando lhes falamos do Evangelho, não temos a obrigação de continuar insistindo com elas. Se o fizermos, apenas estaremos aumentando a condenação que já pesa sobre elas. Nem sempre é fácil perceber quando uma pessoa pode ser classificada nessa categoria, mas, quando em dúvida, temos o recurso de pedir discernimento em oração. Por isso, reze:

“Pai, livra-me de julgar meus semelhantes de maneira severa e impiedosa. Que eu seja misericordioso com eles, assim como és misericordioso comigo. Amém!”


Mensagem do Dia

Postado por Fifa | Marcadores: | Posted On at 12:13




Experimentamos o Espírito Santo
Quando rezamos e pedimos a Deus a Sua orientação, Ele nos guia, também, através dos acontecimentos e das pessoas que Ele coloca em nossa vida. Preste muito a atenção a isso. Deus age pelas causas segundas, dizem os teólogos, quer dizer, age por meio de suas criaturas. Deus nos fala, também, através dos ensinamentos da Igreja que o Espírito Santo guia desde o começo. Na última Ceia Jesus disse aos Apóstolos que o Espírito Santo os conduziria a “toda a verdade” (cf. Jo 14,15.25; 16,12-13). Deus não falará em seu coração algo diferente ou contrário àquilo que já ensinou ao Magistério Sagrado da Igreja. Assim você terá um discernimento correto das coisas a fazer.

Pentecostes aconteceu uma vez na Igreja. Começou como uma fonte que se transformou em um regato, e esse regato, depois, se transformou num riacho e hoje é um rio maravilhoso, um rio-mar que vem abrindo e desbravando as matas e chegando até nós. Somos inundados por Pentecostes, hoje Ele é uma realidade para nós. Vivemos Pentecostes, em nosso cenáculo, na presença de Maria. O Espírito Santo derramou-se sobre nós, e experimentamos os dons e frutos dele.

Deus te abençoe!

Monsenhor Jonas Abib
Fundador da Comunidade Canção Nova

Powered by beta.joggle.com