Corintios 14, 1-25

Postado por Fifa Carmona | Marcadores: | Posted On terça-feira, 25 de maio de 2010 at 10:31



O DOM DAS LÍNGUAS E A PROFECIA



Buscai o amor e aspirai aos dons do Espírito, principalmente à profecia. Pois aquele que fala em línguas não fala aos homens, mas a Deus; niguém o entende, pois ele fala em êxtase espiritual, coisas misteriosas. Mas aquele que profetiza fala aos homens, edificando, exortando,confortando. Aquele que fala em línguas edifica a si mesmo, porém o que profetiza edifica a igreja. Desejo que vós todos faleis em línguas; desejo ainda mais: que todos profetizeis. O que profetiza é maior do que aquele que fala em línguas, a menos que este também interprete e, assim, edifique a igreja.
Ora irmãos, suponhamos que eu me apresente entre vós falando em línguas:em que vos serei util, se eu não vos comunicar nem revelação, nem conhecimento, nem profecia, nem ensinamento? De modo semelhante, se os instrumentos musicais, como a flauta ou a cítara, não produzirem sons distintos, como se reconhecerá a música que está sendo tocada? E se a trombeta produzir um som confuso, quem se preparará para a batalha? Assim também vós: se não usardes uma linguagem clara, como sereis entendidos? Na verdade, estarei falando ao vento. No mundo existem umas quantas espécies de línguas, e nenhuma carece de som e sentido. Se eu ignorar o significado das palavras, serei como estrangeiro para aquele que fala, e aquele que fala será como estrangeiro para mim.
Assim também vós: já que aspirais aos dons espirituais, procurai possuí-los em abundância para edificação da igreja. Por isso, quem fala em línguas ore para poder interpretar. Pois se eu oro em línguas, é o meu espírito que faz oração, mas a minha mente não participa. Então o que concluir? Vou orar com meu espírito e orar também com minha mente; cantarei com meu espírito e cantarei também com minha mente. Pois se louvas a Deus somente com espírito, como o ouvinte não-iniciado poderá dizer "amem" à tua ação de graças, já que ele não sabe o que estás dizendo? Por certo, tua ação de graças é coisa excelente, mas, com ela, o outro não é edificado. Graças a Deus, falo em línguas, mais que todos vós; mas numa reunião de igreja prefiro dizer cinco palavras com minha mente, para assim instruir também os outros, a dizer dez mil palavras em línguas.
Irmãos, quanto ao entendimento, não sejais crianças, mas homens feitos. Quanto à malícia, porém, sede sempre crianças.

Esta escrito na lei:
Falarei a este povo
em outras línguas e por labios de estrangeiros.
e nem assim eles me obedecerão diz o Senhor.

Assim as línguas servem de sinal, não para os que não crêem, mas para os que não crêem; a profecia ao contrário, não é para os não-crentes, mas para os que crêem. Se por exemplo, a igreja estiver toda reunida num local e todos presentes se puserem  a falar em línguas, e entrarem alguns não-iniciados ou ainda não crentes, estes não vão dizer que estais loucos? Ao contrário, se todos estiverem profetizando, e entrar alguém que ainda não crê ou não é iniciado, este  será convencido de seus erros e avaliado por todos; os segredos de seu coração ficarão manifestos e então ele, prostrando-se com o rosto em terra, adorará a Deus e proclamará:

VERDADEIRAMENTE DEUS ESTÁ ENTRE VÓS

Comments:

There are 0 comentários for Corintios 14, 1-25

Powered by beta.joggle.com